terça-feira, 31 de março de 2015

PARA REFLEXÃO

Pensem , pois estamos vivenciando momentos  em que poucos  querem interferir  na vida  de  muitos...E o que podemos fazer?
Com carinho  meu abraço .

segunda-feira, 30 de março de 2015

BLOGAGEM COLETIVA


Hoje a palavra da BC da Chica é  AVIÃO.
 Tenho uma história  muito linda para lhes contar, associada à esta palavra.
 Um sobrinho,o  DAVI,  morou conosco  um tempo, para estudar na  UFSM, fazendo Curso de Metereologia; seu sonho, era  fazer Ciências Aeronáuticas, curso  da PUC em Porto Alegre.
E  foi numa decisão pessoal, com o apoio de seu pai , que ele  encarou a mudança, interrompendo seus estudos  na UFSM e indo para PUC . Enfrentou adversidades, saudades, mas foi  contratado  como PILOTO da empresa de aviação  AZUL , a maior malha  aérea da América do Sul e terceira força da aviação brasileira.
Assim, complemento  a definição da palavra  AVIÃO , ao tempo que  falo e posto, com maior orgulho, este  "guri',(com seus  vinte  e pouquinho, de idade,)  que mal se formou, foi  contratado pela Azul, para pilotar aviões , no território brasileiro... por enquanto...


Minhas frases  só poderiam expressar o que sentimos:

MOR ORGULHO SENTIMOS DE TI SOBRINHO QUERIDO!

MEDINHOS? TE DEIXAMOS NAS MÃOS DE DEUS !

MEDINHOS? CONFIAMOS EM TUA DEDICAÇÃO E COMPETÊNCIA!

Avião


Um avião ou aeroplano é qualquer aeronave que necessita de asas fixas para se sustentar no ar. Pode possuir um ou mais planos de asa, sendo estas fixas em relação ao corpo da aeronave, ou seja, que dependem do movimento do veículo como um todo para gerar sustentação aérea. Essa definição de asa fixa também se aplica aos que possuem asas dobráveis pois estas também só geram sustentação ao se deslocar todo o veículo.
Duas características comuns a todos os aviões são a necessidade de um fluxo constante de ar pelas asas para a sustentação da aeronave e a necessidade de uma área plana e livre de obstáculos onde eles possam alcançar a velocidade necessária para decolar e alçar voo, ou diminuí-la, no caso de uma operação de pouso.
A maioria dos aviões, portanto, necessita de um aeroporto, dispondo de uma boa infraestrutura para receber adequada manutenção e reabastecimento, e para o deslocamento de tripulantes, carga e passageiros. Enquanto a grande maioria dos aviões pousa e decola em terra, alguns são capazes de fazer o mesmo em corpos d'água (hidroaviões), outros são capazes de decolar e pousar tanto na água quanto em terra (aviões anfíbios) e alguns até mesmo sobre superfícies congeladas.
O avião é atualmente o meio de transporte civil e militar mais rápido do planeta (sem levarmos em conta os foguetes e os ônibus espaciais). Aviões a jato comerciais podem alcançar cerca de 900 km/h, e percorrer um quarto da esfera terrestre em questão de horas, e mesmo pequenos aviões monomotores são capazes de alcançar facilmente velocidades que giram em torno de 175 km/h ou mais em voo de cruzeiro. Já aviões supersônicos, que operam atualmente apenas para fins militares, podem alcançar velocidades que superam em várias vezes a velocidade do som (340 m/s = 1224 km/h)
Quer saber das demais bc clica aqui:www.sementesdiarias.blogspot.com

RECADOS DE CARINHO E PARA REFLEXÃO

Sem muito tempo, apenas posto isso , para vocês meus amigos.






sábado, 28 de março de 2015

BLOGAGEM COLETIVA

 Neste  novo  desafio da Chica a palavra é SOPRO. Tenho pouco tempo , então olhem o que  fiz para participar.
 Primeiro esta:

VOU NUM SOPRO SÓ,FAZER MINHAS FRASES...

E, se queres  ver as demais participações, clica aqui:www.sementesdiarias.blogspot.com 




A CADA NOVO ANIVERSÁRIO , SOPRO MAIS VELINHAS  






NÃO SOPRO  SOBRE MEUS CASTELOS DE AREIA.









AMIGOS, MANDO, NUM SOPRO UM SUPER BEIJO!

terça-feira, 24 de março de 2015

CONSCIÊNCIA ECOLÓGICA

Desde que cheguei na praia, em janeiro, às vezes ,via uma senhora, acompanhada de  três cachorros,  com sacolas de plástico, agachando-se e catando coisas.
Primeiro pensei que estivesse catando mariscos, ideia que  descartei,  quando a vi próxima das  dunas  e não do mar. Não poderia estar catando mariscos dessa forma, pois  lá se encontram somente alguns poucos  mariscos e  já há muito tempo  mortos, não servindo, portanto, como alimento.
Depois vi, que realmente, ela estava  catando lixo , e que seus  "acompanhantes caninos" a seguiam fielmente..
Lixo,  deixado pelos incautos e irresponsáveis que vem à praia e se esquecem que veranear  e estar em seu  lazer , também está atrelado ao cuidado com a praia e a  natureza como um ambiente a ser preservado..
E nesta época, a maioria dos veranistas   não está mais frequentando a praia, me chamou mais a atenção  a mesma  senhora ainda  catando os lixos.Não resisti e   me aproximei, afim de   conversar a respeito dessa sua atitude.
D. Elizete, como se chama, é moradora da praia há dois   anos e desde então  cata os lixos que os veranistas  insensíveis , deixam atirados na praia.
Às vezes, são mais de três sacolas que enche, e isso que ela delimitou o "seu território", numa  faixa de mais ou menos  dois  quilômetros, porque não consegue limpar toda praia. Mas ,  também, me disse ela, para que outros conscientizados,  limpem também.
Lembrei que no fim do ano passado juntei muitas tampas de  garrafas de  champagne e espumantes, como as tampinhas  de  garrafas  Pet. 
Realmente, se houvessem outros  "conscientizados" , a começar, pelos veranistas não deixarem seus lixos e, nem de seus animaizinhos, diminuiria  a coleta, ou até acabaria a necessidade de coletar tantos lixos no mundo todo.

Um belo exemplo de uma  anônima cidadã.






segunda-feira, 23 de março de 2015

FIM DE SEMANA , AINDA NA PRAIA

Amigos, uma das razões  pelas quais  às vezes  é difícil vir ao blog, aqui na praia, é porque  recebo familiares e  amigos ,  que  quero curtir  e aproveitar ao máximo  de sua presença  por aqui.
Assim, neste findi, estava com minha amiga de infância Alice Berwanger, ( a Chica), e sua sobrinha  Cristina Dugato, ( a Gringa).
Entre as muitas conversas  relembrando  fatos e pessoas de nossa city  natal, em que rimos  muiito, também  tivemos momentos de degustar muitas e deliciosas  refeições, feitas  ora por mim, ora pela  Gringa, culminando em uma chegada na Padaria e Confeitaria de Capão da Canoa. Aliás, olha só  quando fomos lá ontem de tardinha, ao comprar uma Cuca   Alemã, e comentar que muito tinha feito quando confeiteira  em Cerro Largo, a  senhora  que me atendia, abriu um sorriso largo e  disse que  era de São Luiz Gonzaga , mas  que  dois de seus filhos tinham nascido em CL, e que gostava muito dos produtos da  Confeitaria e Padaria Juca, do meu avô. Coincidência?...Bons mome ntos vividos.
Mas, também tive aula de crochê,com  a Gringa, que é  grande conhecedora e realizadora de trabalhos em crochê, e que  pela sua paciência, pode  me fazer crochetear uns novos  pontos, e quando errava, me fazia desmanchar, até acertar  hehehe..
Então, não sobrou tempo para  a internet.... 
Abaixo alguns registros fotográficos dos bons momentos.
 




domingo, 22 de março de 2015

BLOGAGEM COLETIVA


Querem ver dos demais clica aqui:www.sementesdiarias.blogspot.com

Hoje a Chica  nos desafiou  com a palavra castelo. Gostaria de versar mais  sobre este tema, mas disponho de muito pouco tempo.
Assim, a começar pela Chica, incluo todos vocês,  que aqui vem, que o pouco que eu deixar, sirva para  compartilharmos a BC da Chica , que tanto gosto .
Um castelo (diminutivo de castro) é uma estrutura arquitectónica de fortificação, com funções defensivas e em alguns casos residencial (muitos castelos serviam apenas como postos de vigia, por exemplo o Castelo de Almourol). De tipo permanente, era geralmente erguido em posição dominante no terreno, próximo a vias de comunicação (terrestres, fluviais ou marítimas), o que facilitava o registo visual das forças inimigas e as comunicações a grandes distâncias.
Chama-se castelete a um castelo pequeno e diz-se acastelado um edifício com aspecto de castelo. Em alemão há duas palavras para se referir a castelo: Burg, associada a construções mais antigas e fortificadas, e schloss, associada a palácios. Em francês a palavra château é associada a palácios.
Minha participação ficou assim:

HÁ MUITO TEMPO, CASTELO SERVE PARA SONHAR.


MUITO BRINQUEI DE CONSTRUIR CASTELOS DE AREIA.





MEU CASTELO DE SONHOS,  DEU RETORNOS...VIAGENS

segunda-feira, 16 de março de 2015

SURPRÊSA DESAGRADÁVEL

Já  aconteceu com vocês o que me aconteceu hoje?
Explico.
Estando  na casa do filho e da nora, querendo me ocupar e ajudar, perguntei se havia roupas , principalmente , brancas, que iria deixá-las de quaro e depois lavá-las na  máquina. Tendo várias peças coloridas  e  algumas  somente brancas, as selecionei. Lavei as coloridas, enquanto esfregava  e quarava as  brancas.
Quando ficaram centrifugadas  as coloridas, e já quaradas  as brancas, coloquei, estas últimas, na máquina de lavar, satisfeita  que  conseguira deixá-las branquinhas, principalmente, a jaqueta   de  jeans branca, o vestido branco de minha nora e ainda minha bermuda jeans  branca, além de outras, camisetas e panos de pratos alvejadinhos.
Enquanto estendia  as coloridas,  a  água da máquina começou a entrar e misturar na roupa. Minutos depois,  vi apavorada  a cor da  água entrando:  marrom, literalmente,  da cor  marrom.
Corri a desligar a máquina e  retirei as roupas, vendo horrorizada,  que já estavam manchadas  algumas, principalmente  minha  bermuda. Aí pensei : vou   passar água da torneira, e dela saiu,inicialmente,  água  límpida, muito pouca,  mas em seguida  já estava marrom também.
E agora? O que fazer? Porquê isto estava acontecendo?
Liguei pro filho, que  me informou que próximo à sua casa  , estavam fazendo construções, e que, possivelmente , teriam atingido algum canos e feito esta contaminação.
Mas, e aí, como fico eu? Estava eufórica em poder  deixar tudo alvinho, e acontecia isto? Com que cara, encarar a nora, pois  eu havia dito que  me  desse  todas roupas que  quisesse alvejar...
A sorte foi  , apesar de toda desgraça, sempre  tem um momento ou algo que  salva da desgraça total, não é? Fui  ver a água nos chuveiros;  não havia ainda água suja. Então, pude catar o suficiente para lavar, pelo menos, a jaqueta branca da nora , até que lá, também começou a jorrar  a água marrom.
Assim, as demais  roupas  brancas, aguardam a lavagem completa, que  concluo , terão que  ser lavadas numa lavanderia , a continuar  vertendo água suja...
Fiquei pensando: adianta ter água, mas não poder ser usada?
E  pensei nas muitas  famílias que podem estar nessa situação, por "ene" motivos.

Coclusão: pelo menos deu uma crônica, que resolvi compartilhar  com vocês.



sábado, 14 de março de 2015

Hoje a Chica nos desafiou com a palavra  SALTOS. Então , busquei primeiro o significado e selecionei  alguns  que  me inspiraram na frase.

Qual o que achaste mais interessante?

 Significado de Salto

s.m. Ação ou efeito de saltar; pulo: salto em distância, em altura, salto de vara.
Movimento de reflexão por efeito de queda em uma superfície: os saltos da bola.
Catadupa, queda de água.
Passagem brusca e sem graus intermediários, mudança brusca: a natureza às vezes procede por saltos.
Tacão de calçado: sapatos de salto alto.
No calculador eletrônico, modificação da sequência normal das instruções de um programa.
Bras. Padreação do touro ou do cavalo.
Salto mortal, volta completa do corpo no ar sem tocarem as mãos no chão.
Salto triplo, prova de salto em distância na qual o atleta, após o impulso, dá três saltos seguidos.
Salto de (ou com vara), salto em altura no qual o atleta transpõe o sarrafo apoiando-se em uma vara que finca no chão. 
Dar um salto a (algum lugar), ir a algum lugar com a intenção de aí demorar-se pouco tempo.



 E minhas frases são estas: 

De saltos em saltos, cumpri o desafio.

Saltos altos? Somente quando for para Crescer.


Queres  saber dos outros  blogadores? Clica aquiwww.sementesdiárias.blogspot.com

quinta-feira, 12 de março de 2015

PITANGAS

Pitanga
 

  1. pitanga é o fruto da pitangueira (Eugenia uniflora L.), dicotiledônea da família das mirtáceas. Tem a forma de bolinhas globosas e carnosas, de cor vermelha (a mais comum), laranja, amarela ou preta. Na mesma árvore, o fruto poderá ter desde as cores verde, amarelo e alaranjado até a cor vermelho-intenso, de acordo com o grau de maturação.
Este fruto não é produzido comercialmente, pois, quando maduro, fica muito tenro e danifica-se facilmente com o transporte, apresentando grande fragilidade. Apesar disto, é apreciado no Brasil, por ser muito saboroso, além de ser rico em cálcio. Em sucos bem geladinhos, apreciei em 1985, no Recife , quando tomava muito na praia.  
Em inglês britânico e norte-americano, o fruto é também conhecido como "pitanga" ou então como brazilian cherrysurinam cherryou south cherry.

  1. Hoje  trouxe para  meu filho e nora,  umas pitangas  da praia, que ganhei. Não foram muitas, mas sei que apreciam  desde crianças, por isso   fiz questão de que as comessem.
Aproveitei  para saber um pouco mais  dessa saborosa frutinha , que conheço também desde criança , na  casa de meus avós paternos, na  Colônia. 
E Tu as conheces? Sabes algo mais? Posta aqui nos comentários, todos  vamos aprender. Obrigada.
Como ler uma caixa taxonómica
Frutos da pitangueira







terça-feira, 10 de março de 2015

VOCÊ CONHECE O GENGIBRE?

Minha irmã Maristela  me perguntou ontem para que serve o Gengibre. Pensei que soubesse além de ser  ele um antiinflamatório  para garganta, e me dei conta  que  deveria saber mais. fui ao Google ...e ...tá  aí mana, aprenda mais como eu aprendi. E compartilho com os amigos blogueiros.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Como ler uma caixa taxonómicaGengibre
Zingiber officinale

7
gengibre (Zingiber officinale) é uma planta herbácea da família das Zingiberaceae, originária da ilha de Java, da Índia e da China, de onde se difundiu pelas regiões tropicais do mundo. Outro nome conhecido no norte do Brasil, é Mangarataia
Trata-se de uma planta perene da Família das Zingiberáceas, que pode atingir mais de 1 m de altura. As folhas verde-escuras nascem a partir de um caule duro, grosso e subterrâneo (rizoma). As flores são tubulares, amarelo-claro e surgem em espigas eretas.
O seu caule subterrâneo é utilizado como especiaria desde a antiguidade, na culinária e na preparação de medicamentos.

História da difusão

O gengibre é conhecido na Europa desde tempos muito remotos, para onde foi levado por meio das Cruzadas. Em Portugal existe registro da sua presença desde o reinado de D. João III (1521-1557).
A introdução do gengibre no Brasil é atribuída às invasões holandesas que ocorreram no século XVII.
No Brasil, o gengibre chegou menos de um século após o descobrimento. Naturalistas que visitavam o país (colônia, naquela época) achavam que se tratava de uma planta nativa, pois era comum encontrá-la em estado silvestre. Hoje, o gengibre é cultivado principalmente na faixa litorânea do Espírito SantoSanta CatarinaParaná e no sul de São Paulo, em razão das condições de clima e de solo mais adequadas.

Usos medicinais


Rizomas de gengibre.
 Suas propriedades terapêuticas são resultado da ação de várias substâncias, especialmente do óleo essencial que contém canfeno, felandreno, zingibereno e zingerona.
Popularmente, o chá de gengibre, feito com pedaços do rizoma fresco fervido em água, é usado no tratamento contra gripes, tosse, resfriado e até ressaca. Banhos e compressas quentes de gengibre são indicados para aliviar os sintomas de gota, artrite, dores de cabeça e na coluna, além de diminuir a congestão nasal, cólicas menstruais e previne o câncer (cancro) de intestino e ovário.
O hábito (mascar gengibre e em seguida cantar ou falar, enfim, fazer uso da voz) é contra-indicado visto que o gengibre possui também propriedades anestésicas e esta "anestesia tópica" diminui o controle da emissão vocal, favorecendo o aparecimento de abusos vocais.
No Japão, utiliza-se o gengibre para massagens a partir de óleo de gengibre são tratamentos tradicionais e famosos para problemas de coluna e articulações. Na fitoterapia chinesa, a raiz do gengibre é chamada de "Gan Jiang" e apresenta as propriedades acre e quente. Sua ação mais importante é a de aquecer o baço e o estômago, expelindo o frio. É usada contra a perda de apetite, membros frios, diarréia, vômitos e dor abdominal. Aquece os pulmões e transforma as secreções. A medicina ayurvédica reconhece a ação dessa planta sobre o sistema digestivo, indicadando‐a para evitar enjoos e náuseas, confirmando alguns dos seus usos populares, onde o gengibre é indicado na digestão de alimentos gordurosos.
O gengibre tem ação bactericida, é desintoxicante e acredita-se há séculos que possua poder afrodisíaco. Na medicina chinesa tradicional, por sua reconhecida ação na circulação sanguínea, é utilizado contra a disfunção erétil. O óleo de gengibre também é utilizado para massagear o abdômen, aquecendo o corpo e excitando os órgãos sexuais.
Graças ao seu alto poder bactericida, tem-se comprovado que o consumo desta planta em estado cru por cerca de 30 dias (pode-se moer e acrescentar adoçante, mel, etc.) elimina a bactéria Helicobacter pylori existente em casos de gastrite ou úlceras.2

Gastronomia

O gengibre possui sabor picante e pode ser usado tanto em pratos salgados quanto nos doces e em diversas formas: fresco, seco, em conserva ou cristalizado. O que não é recomendado é substituir um pelo outro nas receitas, pois seus sabores são muito distintos: o gengibre seco é mais aromático e tem sabor mais suave.
O gengibre fresco é amplamente utilizado na China, no Japão, na Indonésia, na Índia e na Tailândia. No Japão costuma-se usar o suco (do gengibre espremido) para temperar frango e as conservas "beni shouga", feitas com os rizomas jovens, que são consumidas puras ou com sushi. Já o gengibre cristalizado é um dos confeitos mais consumidos no Sudeste Asiático.
Nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha para fazer os tradicionais bonecos de gengibre para o Natal.

segunda-feira, 9 de março de 2015

CORUJANDO

h
Hoje quis  postar minhas fotos, que fiz  ontem, quando caminhava  aqui na praia e tive esta surpresa. Infelizmente as  fotos não estão tão nítidas  pois tirei com meu celular. E sabem do quê ? 
Uma família de corujas, com 5  membros. Coisa mais fofinha. 
Mas a mamãe coruja não me deixou  chegar mais  perto deles, rosnou (não sei se é este o termo ...rs...) mas seu olhar  e seu passinho prá frente  , assim como o som que fez,  me assustaram , e assim as fotos  ficaram desse jeito. sem muita  visibilidade. Mas para mim, o que valeu  foi encontrá-las e poder fazer o registro , para depois blogar.
Tá aí amigos, compartilho com vocês.





domingo, 8 de março de 2015

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Uma conquista  histórica e emblemática, um símbolo da luta de  gerações de mulheres que  foram em busca de valorização  e respeito, de  direitos  reais .Dia 8 de março, um marco na história das mulheres. 
 Em CORA CORALINA ( imagem)  encontrei uma definição que mais gostei,para  dizer  às minhas amigas mulheres, o que  somos, enquanto mulheres.
Em SILVANA DUBOC  encontrei  outras  definições, que lembram  nossa  diferenciação dos  homens:" Ser mulher é  entender as fases da lua por ter suas próprias fases" e " Ser mulher é ter sido escolhida por Deus  para colocar os homens no mundo".

MULHERES: Sintam-se abraçadas com todo meu  carinho e ternura, e desfrutem desse dia  tão especial, junto dos homens e mulheres  que amas, mesmo que seja à distância.



sábado, 7 de março de 2015

BLOGAGEM COLETIVA


Queres  ver  dos demais  participantes, clica aqui:www.sementesdachica.blogspot.com
Hoje participar da BC da Chica, me fez  lembrar desta, pegadinha, e do poço de água que tinha  em minha casa. Assim, minha participação é:

 " O que desce  cantando e sobe chorando?"


"O balde desce cantando e sobe  chorando."



E ainda minha "pesquisa" do

Significado

s.m. Vaso de metal, madeira ou plástico, geralmente com alça, para tirar água de poços, receber despejos de lavatórios etc.
Espécie de papagaio de papel.
Bras. (NE) Paredão de açude.
Fam. Chorar baldes, chorar muito.

Sinônimos de Balde

Sinônimo de balde: caçamba

Definição de Balde

Classe gramatical: adjetivo e substantivo masculino
Flexão do verbo baldar na: 3ª pessoa do singular do Imperativo Afirmativo; 3ª pessoa do singular do Imperativo Negativo; 1ª pessoa do singular do Presente do Subjuntivo; 3ª pessoa do singular do Presente do Subjuntivo.
Separação das sílabas: bal-de
Plural: baldes